Quebra do câmbio tira pódio de Duda Bana na Copa Truck

O fim de semana (22 e 23/7) foi de superação para o piloto curitibano Carlos Eduardo “Duda” Bana (Pirelli/Bana Pneus)durante a última rodada dupla da Regional Nordeste da Copa Truck, realizada no Autódromo Virgílio Távora, em Fortaleza (CE).Pilotando o Scania n.º 47, com preparação da equipe Lührs Motorsports, Duda Bana largou da última posição na Corrida 1 em Fortaleza, chegando em décimo. Na Corrida 2, em grande prova de recuperação, chegou a estar em terceiro lugar na prova, mas o câmbio do seu caminhão quebrou e o piloto abandonou a Copa Truck a sete voltas do fim.

No treino classificatório da Copa Truck, realizada no sábado, o paranaense Duda Bana (Pirelli/Bana Pneus) não conseguiu ir para a sua volta rápida, porque quebrou o motor do seu Scania e o piloto teve que largar das últimas posições. Na primeira corrida, numa boa corrida de recuperação, Duda Bana partiu da 19.ª posição e recebeu a bandeirada final em décimo lugar, para a vibração da equipe nos boxes. E na segunda corrida, partindo do 10.º lugar, mais uma grande participação de Duda Bana, que foi ganhando posições até chegar à terceira colocação, onde ficou por cinco voltas. Mas o câmbio do seu caminhou quebrou e o piloto paranaense foi perdendo posições, até abandonar a prova a sete voltas da bandeirada final.

O piloto Duda Bana (Pirelli/Bana Pneus) mostrou que já está adaptado à Copa Truck e vai buscar o pódio perdido em fortaleza, na próxima etapa em Curvelo (MG), no dia 15 de outubro. “Nossos problemas começaram no último treino livre, com pouco rendimento e em seguida a quebra do motor, que me impediu de participar do treino classificatório. Consegui fazer uma boa primeira corrida, onde ganhei oito posições. Andei bem também na segunda corrida e se não fosse o câmbio quebrado, poderia subir ao pódio em terceiro lugar. Mas faz parte, vamos nos preparar para a próxima etapa em Minas Gerais e tentar fazer mais um bom trabalho no Circuito dos Cristais, em Curvelo”, declarou Duda Bana (Pirelli/Bana Pneus).

Corrida 1:

1.º) Felipe Giaffone (Volkswagen), 23 voltas em 23min48s406;

2.º) Roberval Andrade (Iveco), a 1s866;

3.º) Leandro Totti (Volkswagen), a 2s768;

4.º) Andre Marques (Mercedes-Benz), a 15s155;

5.º) Regis Boessio (Volkswagen), a 18s151;

6.º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 18s867;

7.º) Fabio Fogaça (Ford), a 47s128;

8.º) Renato Martins (Volkswagen), a 1min27s509;

9.º) Luiz Lopes (Iveco), a 1min27s848;

10.º) Duda Bana (Scania), a 1min32s871;

11.º) Zé Maria Reis (Scania), a 1 volta;

12.º) Danilo Dirani (Scania), a 6 voltas;

13.º) Adalberto Jardim (Volkswagen), a 11 voltas;

14.º) Pablo Alves (Ford), a 12 voltas.

Volta mais rápida: Felipe Giaffone (Volkswagen) – 1min00s391.

Corrida 2:

1.º) Roberval Andrade (Iveco), 25 voltas em 26min04s410

2.º) Felipe Giaffone (Volkswagen), a 0s076

3.º) David Muffato (Volkswagen), a 4s990

4.º) Beto Monteiro (Iveco), a 17s673

5.º) André Marques (Mercedes-Benz), a 18s367

6.º) Fabio Fogaça (Ford), a 30s156

7.º) Débora Rodrigues (Volkswagen), a 41s064

8.º) Luiz Lopes (Iveco), a 43s214

9.º) Renato Martins (Volkswagen), a 1 volta

10.º) Witold Ramasauskas (MAN), a 1 volta

11.º) Zé Maria Reis (Scania), a 1 volta

12.º) Pablo Alves (Ford), a 2 voltas

13.º) Duda Bana (Scania), a 7 voltas

14.º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 9 voltas.

Volta mais rápida: Felipe Giaffone (Volkswagen) – 1min01s279.

 

MRT – Assessoria e Comunicação

(41) 9957-2908 – bisponeto@terra.com.br

Foto: Rodrigo Ruiz