Wilians Peres não teve sorte na etapa de Londrina

– Metropolitano de Curitiba –

             O piloto pinhaiense Wilians Peres (Suloy/Sintermetal/Wilians Peças) participou no fim de semana (1.º e 2/7), da quarta etapa do Metropolitano de Curitiba e segunda etapa do Paranaense de Velocidade no Asfalto 2017, que foi disputada no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina (PR). A bordo do Gol n.º 128, com preparação da Abreu Motors, Wilians Peres largou na oitava posição em sua categoria e levou uma batida, abandonando aprimeira corrida. E ficou na oitava posição da segunda corrida na categoria Marcas “B”. Somados os pontos das provas, concluiu a etapa em sexto lugar no Metropolitano, com 8 pontos ganhos.

No treino classificatório, realizado no sábado (1.º/7), o piloto Wilians Peres (Wilians Peças/Suloy/Sintermetal) teve problemas no carro e marcou o tempo de 1min32s882, ficando apenas com a oitava posição na categoria Marcas “B” e 20.º na Geral. Dada a largada para a primeira prova, às 13h55 de sábado, Wilians ganhou três posições na largada, onde se manteve até a terceira volta. Na quinta volta, ganhou mais duas posições e já era o quinto na sua categoria. Mas no início da oitava volta, levou uma batida na lateral esquerda do seu carro, que o fez abandonar a corrida. Ao fim de 21 voltas a vitória na Marcas “B” foi de Rafael Barranco, com tempo total de 34min07s707, seguido de Edson Bueno, a 6s104, Alysson Nurnberg, a 8s911, Samurai Sam, a 14s571 e Caio Carvalho, a 21s783.

Wilians Peres (Suloy/Sintermetal/Wilians Peças) foi para a segunda prova no domingo às 11h20, tendo que fazer nova corrida de recuperação, largando da 23.ª posição. Na primeira volta ganhou duas posições e na segunda passagem já era o 17.º colocado. Wilians foi ganhando posições volta a volta, até chegar ao 10.º lugar na Geral, na décima passagem em sexto lugar na Marcas “B”, posição em que recebeu a bandeirada final. Mas, para o espanto de muitos, foi à Torre de Comando da Prova e se declarou culpado no acidente envolvendo o carro n.º 37, de Jair Bana, se desculpou com o piloto e foi punido em 20 segundo, por atitude antidesportiva. No fim de 20 voltas, Rafael Barranco venceu na Marcas “B” do Metropolitano de Curitiba, com tempo total de 33min29s670, seguido de João Naumes, a 13s207, Gefferson de Lima, a 15s119, Eduardo Pavelski, a 20s827; Wilians Peres, a 40s549, e, Samurai Sam, a 45s981.

“O fim de semana não foi muito produtivo para a nossa equipe em Londrina. Tivemos dificuldades no acerto do carro para o treino classificatório de sábado, o que resultou na 20.ª posição do grid de largada para a primeira corrida. Eu até vinha me recuperando na prova, mas uma batida na lateral esquerda do carro me fez abandonar a corrida com sete voltas completadas. Na segunda corrida, consegui realmente me recuperar, porém na 14.ª volta, depois de uma manobra de ultrapassagem acabei acertando sem querer o carro de outra equipe, me responsabilizei pelo acidente e fui penalizado em 20 segundo. Faz parte, vamos para a próxima etapa em busca de recuperação no AIC”, declarou Wilians Peres (Wilians Peças/Suloy/Sintermetal/Motorbest).

– Classificação Final –

Somados os pontos das duas corridas da quarta etapa do Metropolitano de Curitiba, a classificação final na categoria Marcas “B” foi a seguinte: 1.º) Rafael Barranco, 40 pontos; 2.º) Alysson Nurnberg/João Naumes, 30; 3.º) Samurai Sam, 18; 4.º) Gefferson de Lima, 12; 5.º) Eduardo Pavelski, 10; e em 6.º) Wilians Peres, 8. No Paranaense de Velocidade o resultado final foi: 1.º) Rafael Barranco, 40 pontos; 2.º) Edson Bueno, 30; 3.º) Alysson Nurnberg/João Naumes, 24; 4.º) Caio Carvalho, 14; 5.º) Samurai Sam, 12; e em 6.º) Gefferson de Lima, 10. A quinta etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017 está marcada para os dias 19 e 20 de agosto, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).

 

MRT – Marketing Racing Team

(41) 99957-2908 – bisponeto@terra.com.br

Foto: Victor Lara